A website número 1 no mundo em audição e perda auditiva
Desde 1999

10 de abril de 2017

Aparelho auditivo e implante coclear melhoram sintomas depressivos de perda auditiva não tratada

Pessoas com perda auditiva experimentam uma melhora significante quanto aos sintomas depressivos, após tratamento com aparelho auditivo ou implante coclear, aponta estudo.

Aparelho auditivo e implante coclear melhoram sintomas depressivos de perda auditiva não tratada

Perda auditiva é comum entre pessoas idosas e está significantemente associada a problemas de sáude tanto físico, mental, com também ao bem estar. E é especialmenet pessoas abaixo de 70 anos de idade que encontram-se  em alto risco de terem depressão causada por perda auditiva.

Pesquisadores de uma universidade, em Oklahoma, nos Estados Unidos, Johns Hopkins University, University of Oklahoma College of Medicine e Drexel University, estudaram a associação entre tratamento com aparelho auditivo ou implante coclear voltado para sintomas depressivos em adultos. No estudo, foi investigado sintomas depressivos de 113 participantes com idade de 50 anos ou acima disso.

Ajuda para uma audição melhor

Após os 63 participantes, ou os 50 participantes de  implante coclear terem seus aparelhos ajustados, os sintomas depressivos deles foram medidos através da Escala de Depressão Geriátrica (GDS). E depois de 6 meses usando aparelho auditivo ou implantes cocleares, o GDS pontuou uma redução de 28% para usuários de aparelho auditivo, e 31%  para usuários de implantes cocleares.

Perda auditiva associada à depressão

Um outro estudo feito anteriormente, e analisado por uma pesquisa americana da National Health and Nutrition Examination Survey revelou que perda auditiva está associada à depressão, especialmente, entre mulheres e pessoas abaixo de 70 anos de idade.

Um audição melhor

O estudo traz esperança para adultos com perda auditiva, e que vêm sofrendo com sintomas depressivos. Sendo assim, essas pessoas podem melhora sua audição ao usarem aparelho auditivo ou fazerem implantes cocleares.

O estudo foi publicado numa revista americana, JAMA Otolaryngology Head & Neck Surgery.

Por favor use nossos artigos

Você será sempre bem vindo para indicar ou usar nossos artigos. A única restrição é que você forneça um link direto para o artigo específico que usar na página que nos citou/indicou.

Você não poderá, Infelizmente, usar nossas fotos, uma vez que nós não temos copyright delas, mas temos o direito de usá-las em nossa website