A website número 1 no mundo em audição e perda auditiva
Desde 1999

15 de novembro de 2016

Dois entre cinco músicos de orquestra sinfônica têm problema auditivo

Dois entre cinco músicos têm perda auditiva, e três dentre quatro deles sofrem com diferentes níveis de tinnitus, aponta estudo norueguês.

Dois entre cinco músicos de orquestra sinfônica têm problema auditivo

Um estudo realizado com uma das maiores orquestras sinfônicas da Noruega revelou que deficiência  auditiva é um problema significante para 43,6% dos músicos. O estudo apontou também que 76, 9% dos músicos têm experimentado tinnitus em frequências variadas. Os resultados destacam o fato de que não são só os músicos do gênero rock e pop que se encontram em risco de contrair danos auditivos.

O lado obscuro da música

A música clássica é algo que a pessoa pode apreciar sem experimentar um certo desconforto, no entanto, por trás dela há um lado obscuro.

“Para muitos músicos de orquestra sinfônica, o dia deles é caracterizado por longas horas de prática, as quais produzem níveis de ruídos excedentes do limite recomendado, que é de 85 dB (decibéis)”, afirma Magne Nyvoll Temte, responsável pelo estudo, que foi parte de sua tese da Universidade de Oslo,  na Noruega,  University of Oslo.

O estudo não investigou quais os grupos de instrumento  que apresentam um nível mais alto de risco de se contrair problema de perda auditiva induzida por ruídos, no entanto, se a pessoa sentar exatamente em frente a ala de instrumentos de sopro, ou de percussão, ela sofrerá um risco maior que outras pessoas.

Resultados alarmantes

Os problemas auditivos ocorridos entre músicos podem, por fim, afetar  a carreira deles, o que torna os resultados do estudo muito alarmantes. O estudo também revelou que 82,1% dos participantes experimentaram dor após um tempo de convívio com a orquestra, e que 76,9% foram expostos a sensibilidade sonora. Apesar do conhecimento de perda auditiva induzida por ruídos, apenas poucos músicos foram coerentes em usar protetor auricular.

“Os resultados são alarmantes devido ao fato de que uma crescente perda auditiva, que ocorre aos poucos, não pode ser reversiva. E uma vez que você perdeu parte de sua audição, você a perdeu para sempre”, conclui Temte.

Fonte: Din Hørsel 02 2016

Por favor use nossos artigos

Você será sempre bem vindo para indicar ou usar nossos artigos. A única restrição é que você forneça um link direto para o artigo específico que usar na página que nos citou/indicou.

Você não poderá, Infelizmente, usar nossas fotos, uma vez que nós não temos copyright delas, mas temos o direito de usá-las em nossa website