A website número 1 no mundo em audição e perda auditiva
Desde 1999

Gravidez e parto

O ouvido é um órgão complexo e sensível em vários aspectos que se desenvolve antes mesmo da pessoa nascer.

A perda de audição é um dos problemas mais comuns que ocorre no parto e a causa disso deve-se a carência de cálcio por parte da mãe, durante a gravidez. As gestantes devem evitar cigarros, bebida alcóolica e expor-se a ambientes ruidosos. Mesmo no ventre materno o feto é vulnerável a ruídos.
Outra causa apontada para o risco de perda auditiva é quando a criança nasce prematura e consequentemente com peso baixo.

Herpes tipo comum pode causar danos a audição do feto

Segundo uma pesquisa feita na Bélgica de cinco crianças, cujas mães foram infectadas pelo vírus herpes, quando estavam grávidas, quatro sofrem com problemas auditivos. De acordo com o Centro Nacional de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (United States National Centers for Disease Control and Prevention), uma entre quarto por cento das grávidas daquele país está contaminada pelo citomegalovírus.

O citomegalovirus (CMV) é transmitido de pessoa para pessoa através de saliva, urina e outros fluídos do corpo humano. O Centro de Controle e Prevenção de Doenças Nacional, dos Estados Unidos (The National Centers for Disease Control and Prevention) recomenda às mulheres grávidas lavarem bem as mãos com sabão, principalmente, depois de terem tido contato com outras pessoas, pois desse modo, o risco de contaminação será reduzido.

Fonte: Pediatrics; www.cdc.gov e www.smh.com.au

Por favor use nossos artigos

Você será sempre bem vindo para indicar ou usar nossos artigos. A única restrição é que você forneça um link direto para o artigo específico que usar na página que nos citou/indicou.

Você não poderá, Infelizmente, usar nossas fotos, uma vez que nós não temos copyright delas, mas temos o direito de usá-las em nossa website