A website número 1 no mundo em audição e perda auditiva
Desde 1999

02 de julho de 2012

Novas descobertas sobre tinnitus

Os pesquisadores de tinnitus têm feito grandes e interessantes descobertas sobre tinnitus nos últimos anos.

Há um alto risco de se adquirir tinnitus quando se está sob uma situação de stress. Segundo os pesquisadores tinnitus é produzido no cérebro como compensação de perda auditiva. Um tratamento baseado na aceitação e cuidados dessa enfermidade pode ajudar as vítimas de tinnitus. Terapias feitas pela internet e a terapia conhecida como Acoustic Coordinated Reset (ACR) têm provado que o barulho e o incômodo causados pelo tinnitus podem ser reduzidos. Segundo uma pesquisa britânica, quatro entre dez pessoas que sofrem de tinnitus desconhecem essa doença.

Stress

Pesquisadores crêem que há uma correlação direta entre tinnitus e stress e conforme um estudo feito pelo The Karolinska Institute, na Suécia, pessoas que se encontram em situação de stress estão mais suceptíveis a adquirir tinnitus que as demais.

“Nós descobrimos que as pessoas que passam por longos períodos de stress têm uma tendência maior de duas vêzes e meia a mais de contrair tinnitus que outras pessoas”, afirmou a professora Barbara Canlon, uma das líderes da pesquisa.

Mais do que um problema auditivo

Pesquisadores da Universidade Medical Center de Georgetown (Georgetown University Medical Center - GUMC) descobriram que um som semelhante ao toque de sino é produzido no cérebro como compensação de perda auditiva e que tinnitus não é o único efeito de obstrução ou danos causados no ouvido, mas o resultado da incapacidade do cérebro de se auto corrigir. 

 Tratamento correto

Conforme um estudo feito na área de psicologia, na suécia, um tratmento baseado na aceitação e cuidados de tinnitus pode ajudar consideravelmente as pessoas vítimas dessa enfermidade. O tratamento consiste em ajudar o paciente a ter uma atitude positiva diante de tinnitus, o que significa dizer que, os sintomas não se manifestam com tanta frequência, como costumeiramente, quando o paciente se submete a esse tipo de tratamento conhecido como Terapia de Aceitação e Compromisso (Acceptance and Commitment Treatment - ACT).

Terapia feita pela internet reduz o nível ruídos

Pesquisadores da Universidade Alemã Johannes Gutenberg (German Johannes Gutenberg University) e da Universidade Sueca Linköping (Swedish Linköping University) trataram pessoas com grau moderado e severo de tinnitus com diferentes forma de terapias durante mais de dez semanas. O resultado do estudo feito por grupos que se submeteram a uma terapia baseada na internet surtiu melhores resultados do que  os grupos que participaram somente de fórum de discussão. Os da internet, demonstraram uma maior facilidade em administrar irritações e incômodos causados pelo tinnitus.

Terapia Acoustic Coordinated Reset (ACR)

Conforme estudos realizados, foi comprovado que Acoustic Coordinated Reset (ACR) pode reduzir barulhos e incômodos causados por tinnitus em  sete de dez pacientes vítimas dessa deficiência auditiva. Um tratamento à base de ACR foi feito com 63 pacientes que sofriam de tinnitus durante muitos anos. Os pacientes, na ocasião, usaram headphones que emitiam  uma série de tons relacionados as frequências próprias  das vítimas de tinnitus. Tal procedimento foi feito todos os dias num período de poucas horas. Esse procedimento leva a uma interrupção no rítmo do padrão de tinnitus produzido no neurônio da audição.

Quatro entre dez pessoas desconhecem completamente tinnitus

Finalmente, a pesquisa realizada por uma organização britânica com pessoas vítimas de problemas auditivos intitulada “Combate a Perda Auditiva”, “Action on Hearing Loss” conhecida como RNID revelou que 39% dos pacientes desconheciam tinnitus e que 22% pensavam se tratar de um metal.

Leia mais:
Tinnitus
Tinnitus - Mais do que um problema auditivo
Tinnitus pode ser reduzido através da terapia Acoustic Coordinated Reset (ACR)
Resultado de estudos realizados no Reino Unido: Quatro entre dez pessoas não sabem o que significa tinnitus.

Por favor use nossos artigos

Você será sempre bem vindo para indicar ou usar nossos artigos. A única restrição é que você forneça um link direto para o artigo específico que usar na página que nos citou/indicou.

Você não poderá, Infelizmente, usar nossas fotos, uma vez que nós não temos copyright delas, mas temos o direito de usá-las em nossa website