A website número 1 no mundo em audição e perda auditiva
Desde 1999

18 de abril de 2016

OMS: 60% de perda auditiva entre crianças pode ser prevenida

Aproximadamente 32 milhões de crianças, no mundo inteiro, vivem com dificuldade auditiva, segundo a Organização Mundial da Saúde, (OMS).

OMS: 60% de perda auditiva entre crianças pode ser prevenida

Um relatório da OMS  “Perda auditiva infantil: aja já e agora” sugere que 60% das crianças com perda auditiva podem ser prevenidas, e destaca que se perda auditiva for detectada cedo e se as crianças receberem o tratamento que precisam, elas podem atingir todo seu potencial.

“A criança que tem dificuldade  para ouvir, tem dificuldade para aprender a falar, econsequentemente um baixo rendimento escolar, que acaba ficando isolada socialmente, afirma Dr. Etienne Krug, diretor da OMS do Department for Management of Noncommunicable Diseases, Disability, Violence and Injury Prevention.

“Mas isso não deve acontecer. Nós temos que ter meios para ajudar a prevenir, detectar e tratar a perda auditiva infantil”, ele afirma.

Causas de perda auditiva infantil

Há muitas causas de perda auditiva infantil. A OMS estima que 40%  desssas causas são atribuídas a fatores genéticos; 31% estão relacionadas à infecções, como  sarampo, caxumba, rubéola e meningite, e 17% estão elacionadas à complicações no parto, incluindo nascimento prematuro, peso baixo  do recém-nascido e neonatal hiperbilirrubinemia. E ainda mais, uma estimativa de 4% resulta de mulheres gestantes e recém-nascidos que fazem uso de medicamentos prejudiciais à saúde.

Perda auditiva infantil preventiva

Para prevenir perda auditiva infantil é de grande importância proteger a criança contra doenças e controlar certos medicamentos e níveis de ruídos.

Para prevenir e tratar perda auditiva infantil a OMS sugere no relatório deles:

  • Identificação precoce de perda auditiva na criança
  • Disponibilidade de instrumentos auditivos e outras terapias de comunicação para crianças com perda auditiva
  • Treinamento para profissionais da área de saúde auditiva
  • Levantamento de opinião pública sobre audição e saúde auditiva

O relatório da OMS  inclui estudos de caso de Camboja, Tailândia, Canadá, Uganda, Reino Unido, Vietnam e Estados Unidos.

Fonte:www.who.int

Por favor use nossos artigos

Você será sempre bem vindo para indicar ou usar nossos artigos. A única restrição é que você forneça um link direto para o artigo específico que usar na página que nos citou/indicou.

Você não poderá, Infelizmente, usar nossas fotos, uma vez que nós não temos copyright delas, mas temos o direito de usá-las em nossa website