A website número 1 no mundo em audição e perda auditiva
Desde 1999

14 de maio de 2012

Pais não conversam com seus filhos adolescentes sobre o risco de perda auditiva

A maioria dos pais não conversa com seus filhos adolescentes sobre o problema de perda auditiva e conforme uma pesquisa de opinião pública feita, nos Estados Unidos, um entre seis adolescentes tem uma forte tendência a perda auditiva.

Pais não conversam com seus filhos adolescentes sobre o risco de perda auditiva

A pesquisa de opinião pública foi feita pela National Poll on Children´s Health da Universidade de Michigan e mostrou que 2/3 dos pais não conversam com seus filhos adolescentes sobre os riscos de perda auditiva, causados por ruídos. Dentre esses pais entrevistados mais de 3/4 crêem que seus filhos adolescentes estão fora de risco.

Segundo dados colhidos pela National Poll, 1 entre 6 adolescentes americanos tem uma forte tendência para adquirir perda auditiva, cuja causa principal é exposição a ruídos durante longos períodos de tempo ou até mesmo em curto período de tempo, quando os esses ruídos são altos. Esse crescimento de perda autiva é atribuído ao uso de excessivo de MP3 por parte dos adolescentes. Muitos pais e adolescentes desconhecem o fato de que a exposição a ruídos causa danos à saúde auditiva.

Falta de conhecimento sobre perda auditiva

A perda auditiva causada por ruídos costuma ocorrer de modo imperceptível  e com o passar do tempo pode aumentar ao ponto de afetar a capacidade de entender uma conversa, um diálogo.

“Adolescentes desconhecem os prejuízos causados à audição pelos ruídos até que  isso evolua ao ponto de afetar a fala e comunicação”, afirmou Sarah Clark, M.P.H., Associate Director of the Child Health Evaluation and Research (CHEAR) Unit, University of Michigan, and the National Poll on Children’s Health.”Diante dessas circunstâncias eles passam a ter dificuldade na escola e em situações sociais.”

Algumas dicas para proteger sua audição

“A perda auditiva causada por ruídos não é reversível, mas pode ser prevenida”, declara Deepa L. Sekhar, M.D., Assistant Professor of Pediatrics at the Penn State College of Medicine.
”Há algumas dicas que os pais devem ter para proteger a audição de seus filhos adolescentes.” Uma delas é incentivá-los a estabelecer limite relacionado ao volume de headphones e MP3, os quais não devem estar acima de 85 decibéis.

A pesquisa revelou que apenas 32% dos pais estavam cientes do volume limite do aparelho de seus filhos e à partir do momento que foram informados sobre o assunto, mais da metade deles declararam querer seguir essa orientação. Somente 1/3 dos pais acham que seus filhos provavelmente passarão a usar seus MP3 no volume máximo de 85 decibéis.

Fonte: C.S. Mott Children’s Hospital, National Poll on Children’s Health, University of Michigan

Por favor use nossos artigos

Você será sempre bem vindo para indicar ou usar nossos artigos. A única restrição é que você forneça um link direto para o artigo específico que usar na página que nos citou/indicou.

Você não poderá, Infelizmente, usar nossas fotos, uma vez que nós não temos copyright delas, mas temos o direito de usá-las em nossa website