A website número 1 no mundo em audição e perda auditiva
Desde 1999

29 de setembro de 2014

Pesquisa entre pais mostra barreira nas crianças com perda auditiva

Um estudo realizado mostrou como crianças com perda auditiva e seus familiars enfrentam as barreiras relacionadas a aquisição de serviços e cuidados que eles precisam.

Pesquisa entre pais mostra barreira nas crianças com perda auditiva

Nos Estados Unidos nascem  a cada dia 33 bebês com perda auditiva, fazendo com que essa  deficiência sensorial ocupe a posição de liderança na nação. O estudo mostrou como essas crianças e familiares encontram barreiras relacionadas a serviços e cuidados necessários, tanto do setor público como privado.

Barreiras impedem cuidados adequados

Um estudo conduzido por uma associação de surdos e deficientes auditivos, nos Estados Unidos,  Alexander Graham Bell Association for the Deaf and Hard of Hearing, investigou  as condições de familiares com crianças surdas e portadoras de deficiência auditiva, sobre a qualidade e a viabilidade dos serviços recebidos.

A pesquisa consiste de 1000 respostas de pais com crianças com idade inferiror a 15 anos, que sofrem de perda auditiva. Conforme os entrevistados, 80% deles têm uma criança que de certa forma foi  beneficiada com o exame de Triagem Auditiva Neonatal, assim como a aprendizagem   de como falar a língua.

Os pais declararam na pesquisa que as opções de escola pública, os custos e a qualidade dos serviços  avaliados foram barreiras para obter os cuidados adequados para seus filhos.

Situação financeira

Ter um filho com deficiência auditiva pode ser um desafio financeiro , conforme a pesquisa, serviços de  terapia auditiva e da fala, compra de aparelho auditivo e dispositivos de assistência auditiva estavam no topo dos três itens classificados pela família como sendo as áreas  posicionadas como as mais significantes barreiras financeiras e  onde a assistência poderia  ser de maior importantância.

É importante salientar também o período de maior desafio financeiro, que é  nos primeiros anos de vida dessas crianças, pois é quando elas começam a estudar as séries iniciais.

Barreiras educacionais

Uma criança com perda auditiva equivale a três, levando em conta os serviços  educacionais fornecidos pelo Estado, serviços esses focados para as necessidades da criança. No entanto, a pesquisa realizada pelos pais mostrou que as crianças enfrentam barreira durante a vida escolar , como por exemplo pela falta de profissionais  experts na escola.

Conforme  AG Bell,  os dados fornecidos pela pesquisa  podem ser usados por profissionais, políticos, mídia e outros no sentido de transformar o futuro de pessoas que convivem com perda auditiva.

Fonte:listeningandspokenlanguage.org/

Por favor use nossos artigos

Você será sempre bem vindo para indicar ou usar nossos artigos. A única restrição é que você forneça um link direto para o artigo específico que usar na página que nos citou/indicou.

Você não poderá, Infelizmente, usar nossas fotos, uma vez que nós não temos copyright delas, mas temos o direito de usá-las em nossa website