A website número 1 no mundo em audição e perda auditiva
Desde 1999

03 de dezembro de 2012

Resultado “positivo” em recém-nascidos de cesariana

Pesquisadores sugerem que crianças nascidas de parto de cesariana não devem ser submetidas a exame de audição rotineiro nos primeiros dias após o nascimento.Desse modo o número de falhas nos testes de audição pode ser reduzido.

Resultado “positivo” em recém-nascidos de cesariana

A pesquisa revela que testes auditivos feitos em crianças nascidas de parto cesariano são mais propensos a apresentarem falhas, mesmo que a audição dessas crianças encontrem-se em perfeito estado.

O problema ocorre quando testes de audição são feitos nos primeiros dois dias de vida do bebê, afirmam os pesquisadores. O resultado é que recém-nascidos de parto cesariano apresentam uma margem de erro mais alta do que os bebês nascidos de parto natural (vaginal).
Portanto,para evitar repetidos testes desnecessários e ansiedade aos pais, os responsáveis pelo estudo recomendam adiar o teste de bebês nascidos de cesária.

A Academia Americana de Pediatria (The American Academy of Pediatrics) recomenda que todos os bebês sejam submetidos a exame de audição antes de completarem um mês de nascido. Isso ocorre com frequência antes dos recém- nascidos deixarem o hospital. Essa realidade vai variar de país e hospital.

O estudo analizou mais de 1.600 casos de crianças nascidas num hospital em Israel, as quais eram recém-nascidas e foram sumbmetidas a exame de audição antes de irem para casa.

Alarme falso

Os pesquisadores revelaram que os bebês nascidos de parto cesariano têm a audição  testada nos primeiros dois dias de vida e que cerca de 21%  deles apresentaram falha no teste auditivo, o que representa o triplo quando comparado com crianças nascidas de parto natural, cuja  margem de falha é de 7%.

A direfença diminuiu quando  os pesquisadores  analisaram os bebês que foram testados depois de dois dias de nascidos: Os bebês nascidos de parto cesariano apresentaram falhas de 8% , contra 1% dos de parto natural.

Ao final, todos os bebês que fizeram o exame auditivo um pouco mais tarde passaram, isso significa dizer que todos os erros eram alarmes falsos.

Os bebês nascidos de parto cesariano ficam normalmente mais tempo no hospital porque suas mães necessitam se restabelecer, portanto, adiar o primeiro teste auditivo não constitui um problema.

Fluidos no ouvido médio

O estudo não esclareceu o motivo dos testes realizados em recém-nascidos de parto cesariano não serem precisos, no entanto, os investigadores revelaram que isso pode estar relacionado ao fluido localizado no ouvido médio do bebê.
Normalmente o percurso realizado pelo bebê através do canal do parto empurra os fluidos para fora. O bebê nascido de parto cesariano não faz esse percurso e por isso os fluidos no ouvido médio ficam retidos durante dois dias.
Os investigadores fizeram suas pesquisas com base em dados do Hospital Infantil Meyer, em Haifa e escreveram os resultados no periódico  de Pediatria.

Fonte:

www.reuters.com

Saiba mais:

Perda auditiva infantil
O ouvido médio
O ouvido

 

Por favor use nossos artigos

Você será sempre bem vindo para indicar ou usar nossos artigos. A única restrição é que você forneça um link direto para o artigo específico que usar na página que nos citou/indicou.

Você não poderá, Infelizmente, usar nossas fotos, uma vez que nós não temos copyright delas, mas temos o direito de usá-las em nossa website