A website número 1 no mundo em audição e perda auditiva
Desde 1999

Uma entre oito pessoas admite estar com perda auditiva

Um entre oito adultos europeus admitiram ter perda auditiva, no entanto dois entre três deles não usam aparelho, conforme dados levantados por um estudo feito na Alemanha, Inglaterra e França.

Uma entre oito pessoas admite estar com perda auditiva

Aproximadamente 45 mil pessoas na Alemanha , Inglaterra e França participaram de uma pesquisa em que deveriam responder se eles tinham problema de perda auditiva. Na Alemanha 15,1% das pessoas acima de 18 anos responderam que sim. Na França, esse número corresponde a 12.7% enquanto que na Inglaterra essa cifra cai para 11,5%. Dados semelhantes ocorreram nos estudos dos Estados Unidos em que mostraram que a proporção de adultos americanos que admitem ter problemas auditivos é de aproximadamente 11 a12%.

Os estudos também mostraram que de três pessoas entrevistadas duas delas não usam aparelho,apesar de reconhecerem os benefícios que esse instrumento auditivo traz. Na Inglaterra, dos 38,6% dos que admitiram ter problema auditivo e os mesmos usam aparelho. Enquanto as cifras da Alemanha e França são de 31,8% e 29,8% respectivamente. E nos Estados Unidos, aproximadamente 25% dos que responderam ter problema de audição, usam aparelho auditivo.

Apesar de terem problemas auditivo

O número de pessoas com perda auditiva moderada é um tanto mais elevada do que se possa imaginar. A avaliação feita de perda auditiva mostra que esse problema gira em torno de uma entre seis pessoas, ou seja, entre 15 a 20%. E isso ocorre porque a perda auditiva pode ser medida antes de ser percebida, afirma o secretário geral da EHIMA Søren Hougaard.

Explicacão da diferença

O fato de haver um pouco mais na Alemanha que pensa ter perda auditiva é pelo fato de haver mais pessoas idosas na Alemanha que na França e Inglaterra. Há também uma diferença relacionada ao número de pessoas usuárias de aparelho nesses países e isso se dar devido as diferentes formas de subsídios que cada usuário recebe. Na Inglaterra é possível receber aparelho totalmente pago pelo Estado, através da National Health Service (NHS), enquanto que na Alemanha e França o subsídio para aquisição de aparelho é obtido através de um plano de saúde particular. Nos Estados Unido, não há quase subsídio público,com excessão da administração antiga.

Sobre a pesquisa

Os estudos que foram publicados em 2010 constituem uma pesquisa suíssa, Anovum, apoiada pela EHIMA, The European Hearing Instrument Manufacturers Association, que contou com aproximadamente 15.000 pessoas na Alemanha, França e Inglaterra, as quais responderam sobre suas condições auditivas e o uso de aparelho auditivo.

Fonte: Euro Track, Anovum/EHIMA and MarkeTrak Surveys, USA

Por favor use nossos artigos

Você será sempre bem vindo para indicar ou usar nossos artigos. A única restrição é que você forneça um link direto para o artigo específico que usar na página que nos citou/indicou.

Você não poderá, Infelizmente, usar nossas fotos, uma vez que nós não temos copyright delas, mas temos o direito de usá-las em nossa website