10 Abril 2014

2050: Perda auditiva mais do dobro

O resultado de um maior crescimento demográfico no planeta, tendo como causa o envelhecimento da população, diabetes, e uso de aparelhos de MP3 pode ocasionar num maior número de pessoas com perda auditiva, no futuro.

Atualmente cerca de 600 milhões de pessoas, no mundo inteiro, sofrem de perda auditiva. E com o crescimento da população global, a expectativa é de que esse número duplique para aproximadamente 1,2 bilhão em 2050. É esperado um crescimento mais notável em pessoas com  idade igual ou superior a  60 anos.

Segundo a Convenção das Nações Unidas (UN conventions), a população mundial irá crescer de 6.9 bilhões em 2010 para 9.3 bilhões em 2050. A porporção da população com a idade igual ou superior a 60 anos irá quase que dobrar no mesmo período, alcançando 21% do total da população em 2050. Isto significa que haverá cerca de 2 bilhões de pessoas com a idade igual ou superior a 60 anos em 2050.

O aumento do uso de protetores auriculares pode, portanto, ter um impacto positivo na perda auditiva  relacionada com o trabalho. Contudo, a perda auditiva nos adolescents está aumentando, e o número de adolescents com perda auditiva tem crescido mais de 30% desde meados dos anos 90, sobretudo pelo aumento do uso de MP3 em alto volume.

Diabetes e perda auditiva

O número de adultos com diabetes tem aumentado devido, principalmente, o crescimento da obesidade. Os adultos com a idade de 20 a 69 anos de idade, com diabetes, têm 21% de chance de sofrerem de perda auditiva, enquanto que adultos sem diabetes têm apenas 9% , portanto o crescimento do número de pessoas com diabetes irá também resultar em mais pessoas com perda auditiva.

Fonte: ”Hearing well to train your brain” by Prof. Frank R. Lin and Prof. Sophia E. Kramer