01 Novembro 2022

Correlação entre problemas auditivos com fala no ruído e demência

Idosos com insuficiência ou com pouca capacidade para ouvir fala no ruído têm risco elevado de desenvolver demência, aponta estudo britânico.
Correlação entre problemas auditivos com fala no ruído e demência

Um estudo realizado com mais de 80.000 idosos britânicos mostrou uma relação forte entre problemas auditivos com fala no ruído e demência.

No estudo  foram selecionados 82.039 mil participantes sem demência com a idade de 60 anos, ou acima disso da UK Biobank que é uma população base de estudo prospectivo de coorte com aproximadamente 500.000 mulheres e homens de 40  a 69 anos de idade recrutados entre 2006 e 2010.

No final do estudo, havia 67.645 (82,5%) participantes, com audição normal na fala com ruído, 11.329 (13,8%) com insuficiência auditiva na fala com ruído e 3.065 (3,7%) com pouca audição na fala com ruído.

Será que você passa em nosso teste auditivo?
Tente fazer nosso teste auditivo >
Será que você passa em nosso teste auditivo?
Tente fazer nosso teste auditivo >
Ouça a perda auditiva
Ouça a perda auditiva

Durante mais de 11 anos de acompanhamento, 1.285 dos participantes desenvolveram demência.

Insuficiência e pouca capacidade auditiva na fala com ruído estavam associados a um aumento de 61% a 91% em desenvolver demência, respectivamente, comparadas à audição normal com fala no ruído.

A relação entre audição na fala com ruído e demência permanece igual quando restringida a intervalos com resultados inferiores a 3 anos, 3 a 6 anos, 6 a 9 anos e acima de 9 anos.

Deficiência auditiva relatada

A proporção dos participantes de deficiência auditiva relatada aumentou com a piora de audição na fala com ruído. Contudo, 53,4% e 43,8% dos participantes com pouca audição e insuficiente na fala com ruído, respectivamente, não relataram problemas auditivos.

Dados sobre o estudo

No estudo, fala com ruído foi avaliada com base entre 2009/2010 e 2012/2013 usando Digit Triplets Test com participantes com audição considerada normal, insuficiente e não boa. Diagnósticos de demência foram confirmados usando registros hospitalares de um hospital na inglaterra, Hospital Episode Statistics for England and Patient Episode Database for Walese, como também dados de registro de óbitos da NHS Digital.

O estudo "Speech-in-noise hearing impairment is associated with an increased risk of incident dementia in 82,039 UK Biobank participants" foi publicado na revista científica Alzheimer's & Dementia.

Fontes: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov e the journal Alzheimer's & Dementia

Saiba mais:

Receba nossas notícias sobre audição

Se você deseja receber notícias nossas sobre audição e outros assuntos relacionados à audição, é só se inscrever no nosso boletim informativo.
Receba notícias atualizadas da Hear-it.