02 Abril 2020

Deficiência auditiva é algo comum

Muitas investigações e estudos realizados na Europa, Ásia e Nova Zelândia sugerem que é comum ter deficiência auditiva.

Estudo EuroTrak

Na Noruega, 10,9%  dos adultos reportaram ter deficiência auditiva. E,aproximadamente, a metade deles usa aparelhos auditivos, aponta estudo EuroTrak Norway 2019.

Na Polônia, 15,1%  reportaram ter deficiência auditiva. Apenas cerca um dentre os quatro, na Polônia, que afirmaram ter deficiência auditiva usa aparelhos auditivos, segundo estudo da Euro Trak Poland 2019.

Nova Zelândia

Na Nova Zelândia, 12,3% dos adultos afirmaram ter deficiência auditiva, e 41,6% usam aparelhos auditivos, aponta estudo Trak realizado em 2018 na Nova Zelândia (New Zealand Trak 2018).

Estudos na Ásia

Deficiência auditiva é comum entre entre  idosos, em Taiwan. Quatro de dez, entre eles, têm deficiência auditiva, segundo estudo taiuanês.

Em um estudo chinês, aproximadamente 30% dos participantes tinham alto índice de deficiência auditiva e mais de 40%  deles tinham frequência alta de deficiência auditiva. Um outro estudo chinês mostrou que trabalhadores chineses, que eram expostos a níveis elevados de ruídos, tinham uma alta prevalência de deficiência auditiva.

Um estudo coreano mostrou que 17% dos adolescentes, que participaram do estudo tinham, no mínimo, um tipo de deficiência auditiva.

Falta de conhecimento e audição seletiva

Muitos canadenses não estão cientes acerca de sua própria deficiência auditiva. Apenas 6% dos canadenses de 40 a 79 anos de idade reportaram ter deficiência auditiva. No entanto, quando mensurado, 54% têm, no mínimo, deficiência auditiv. Segundo dados de estatísticas do Canadá.

Em um estudo britânico, foi revelado que mais da metade dos participantes estão preocupados com a audição de seus parceiros. E que 75% dos britâncios, no estudo, acreditam que seus parceiros têm audição seletiva. E ainda, que a audição dos homens é pior do que a das mulheres.

 

Sign up! Get news updates from hear-it.org