06 August 2019

Deficiência auditiva é predominante também entre pessoas de meia-idade

Deficiência auditiva é bem comum entre pessoas de meia-idade, aponta estudo australiano.

Um estudo australiano examinou 1.485 pais de 30 a 59 anos de idade e descobriu que 4,9% tinham deficiência auditiva bilateral de 25 dB (decibéis), ou acima disso, e que 6,3% tinham deficiência auditiva unilateral de 25 dB, ou acima disso.

Deficiência auditiva bilateral de alta frequência era mais comum do que deficiência de baixa frequência.

Homens versus mulheres

O estudo também revelou que o risco de deficiência auditiva aumenta com a idade, e que os homens eram mais propensos a ter deficiência auditiva bilateral de alta frequência do que as mulheres. E que 27,3% dos participantes tinham limiar de audibilidade bilateral de 15 dB (decibéis), ou acima disso, enquanto que 23,8% tinham  limiar de audibilidade unilateral de 15 dB (decibéis) ou acima disso.

O estudo concluiu que deficiência auditiva leve (>15 dB) e suave (>25 dB) apresentaram predominância alta e ascendente na meia-idade.

O estudo “High prevalence of slight and mild hearing loss across mid-life: a cross-sectional national Australian study” foi publicado pela revista de saúde pública, Journal Public Health.

Fontes: www.ncbi.nlm.nih.gov e Public Health

 

Saiba mais: