10 Maio 2022

Deficiência auditiva induzida por ruído agrava tinnitus

Tinnitus pode ser ainda mais grave quando se tem deficiência auditiva induzida por ruído do que quando se é portador de deficiência auditiva relacionada à idade (Presbiacusia), mostra estudo.
Deficiência auditiva induzida por ruído agrava tinnitus

Tinnitus pode ser mais severo quando se tem deficiência auditiva induzida por ruído do que quando se tem deficiência auditiva relacionada à idade.

Um estudo coreano mostrou que limiares auditivos eram bastante elevados, e que barulhos advindos de tinnitus eram menores, como também o grau de dano das células ciliadas, no ouvido interno, era mais baixo em pacientes com presbiacusia (deficiência auditiva relacionada à idade) do que em pessoas com deficiência auditiva induzida por ruído.

As latências auditivas eram mais prolongadas em pacientes com presbiacúsia, apesar do limite auditivo ser mais baixo. Esses fenômenos podem refletir os efeitos da idade como também da degeneração dos nervos centrais do sistema relacionados à idade, pontua o autor.

Será que você passa em nosso teste auditivo?
Tente fazer nosso teste auditivo >
Será que você passa em nosso teste auditivo?
Tente fazer nosso teste auditivo >
Escute o tinnitus
Escute o tinnitus

Fatos relacionados ao estudo

O estudo examinou 248 pessoas de 2015 a 2020 que tinham tinnitus severo e com deficiência auditiva induzida por ruído ou presbiacusia (deficiência auditiva relacionada à idade.)

No estudo, os participantes com deficiência auditiva induzida por ruído foram classificados como pessoas com histórico de exposição a ruído. Tais participantes eram trabalhadores de minas, com maquinários industriais com o limiar auditivo de 25 dB (decibéis), ou acima disso.  As pessoas com presbiacusia tinham 65 anos de idade, ou acima disso, sem histórico de exposição a ruído e com limiar auditivo de 25 dB, ou acima disso.

Todos os pacientes foram analisados através de testes de audiometria de puro tom, sigla em inglês (PTA). audiometria do tronco encefálico (ABR),emissões otoacústicas por produto de distorção (DPOAE) e emissões otoacústicas evocadas transients (TEOAE). “ Gramas de tinnitus” ( “tinnitograms”) foram utilizados para  retirar tom e ruído de tinnitus.

O estudo "Analysis of Chronic Tinnitus in Noise-Induced Hearing Loss and Presbycusis", foi publicado na revista científica Journal of Clinical Medicine.

Fontes: pubmed.ncbi.nlm.nih.gov and e Journal of Clinical Medicine

Leia mais:

Receba nossas notícias sobre tinnitus

Se você deseja receber nossas notícias sobre tinnitus e outros assuntos relacionados à audição, é só se inscrever, por gentileza, no nosso boletim informativo.
Receba notícias atualizadas da Hear-it.