15 Março 2022

Estudo: Retorno de 15 US$ para cada dólar investido em cuidado auditivo

Os benefícos econômicos com investimentos globais voltados para intervenções com cuidados auditivos são grandes, aponta estudo. Grande quantia de dinheiro investido será retornado.
Estudo: Retorno de 15 US$ para cada dólar investido em cuidado auditivo

Para tratar sobre a questão de prevalência de deficiência auditiva, a OMS (Organização Mundial de Saúde) identificou uma série de evidências básicas importantes sobre intervenções de ouvido e cuidado auditivo para ser incluída no pacote de cobertura de saúde mundial dos países.

Para análise de custo e benefício dessas intervenções e efeito orçamentário para os países, o estudo analisou o investimento necessário para aumento de serviço com base em recomendação de níveis e retorno para a sociedade de cada US$ (dólarar americano) investido em intervenções.

Retorno de 3,3 trilhões US$

O estudo mostrou um aumento de intervenções voltadas para cuidado com o ouvido e audição de 90% em investimento global de 238,8 bilhões US$  ao longo de 10 anos. Durante esse perídodo, esse investimento promete  ganhos consideráveis para a saúde acima de 130 milhões de “anos de vida ajustados à incapacidade”, em inglês,  DALYs (Disability-Adjusted Life Years).   

Será que você passa em nosso teste auditivo?
Tente fazer nosso teste auditivo >
Será que você passa em nosso teste auditivo?
Tente fazer nosso teste auditivo >
Ouça a perda auditiva
Ouça a perda auditiva

Leia mais sobre Disability-Adjusted Life Years (link externo, em inglês).

Esses ganhos traduzidos para valores econômicos chegam a mais de US$1.3 trilão. Além disso, investimento com cuidado auditivo resulta em benefícios na produtividade acima de US$2 trilhões a nível global em 2030. No total, os ganhos representam US$3,3 trilhões. Esses benefícios juntos correspondem a um retorno de aproximdamente US$ 15 para cada US$1 investido.

Intervenções da OMS

Objetivo da OMS (Organização Mundial de Saúde):

  • Triagem auditiva e intervenção de recém-nascidos, bebês e crianças no pré-escolar e no período escolar, jovens, adultos e idosos com risco elevado de deficiência auditiva
  • Prevenção e controle de doença auditiva
  • Acesso a tecnologias como aparelhos auditivos, implantes cocleares ou tecnologias assistenciais
  • Recuperação através de prestação de serviço

O estudo "Global return on investment and cost-effectiveness of WHO’s HEAR interventions for hearing loss: a modelling study" foi publicado na revista científica Lancet.

Você poderá encontrar o estudo aqui.

Você poderá ler mais sobre a proposta de intervenção da OMS na reportagem sobre audição, WHO’s World Report on Hearing (em inglês).

Fontes: The Lancet e www.sciencedirect.com

Saiba mais:

Receba nossas notícias sobre audição

Se você deseja receber notícias nossas sobre audição e outros assuntos relacionados à audição, é só se inscrever no nosso boletim informativo.
Receba notícias atualizadas da Hear-it.