19 February 2019

Exposição ao tabagismo, antes e depois do parto, aumenta risco de deficiência auditiva

Se você fuma, durante ou após a gravidez, isso pode aumentar o risco de deficiência auditiva para seu filho, aponta estudo japonês. E esse aumento de risco pode chegar até 240%.

Exposição a tabagismo, antes e pós-parto, está associado à deficiência auditiva em crianças, aponta estudo japonês.

Risco de até 240%

O estudo comparou crianças que não foram expostas ao tabagismo durante a gravidez  e pós-parto, com crianças que foram expostas à  mãe ex fumante, durante a gravidez,  com crianças que  foram expostas ao tabagismo apenas de forma passiva durante quatro meses, com crianças expostas ao tabagismo apenas durante a gravidez, e por último, com crianças que foram expostas ao tabagismo, de modo passivo, durante quatro meses na gravidez.

Segundo o estudo,  crianças de mãe ex-fumante tinham um aumento de risco de 26% de ter deficiência auditiva, e crianças expostas ao tabagismo passivo, durante quatro meses, tinham um aumento de risco relativamente de 30% de desenvolver deficiência auditiva. E crianças que foram expostas apenas ao tabagismo, durante a gravidez, tinham aumento relativo de risco de 68% de desenvolver deficiência auditiva. Já as crianças expostas ao tabagismo durante a gravidez e ao tabagismo passivo durante quaro meses tinham um aumento  de risco de 240% de  ter perda auditiva.
“O estudo mostrou-nos, claramente, que evitar tabagismo durante a gravidez e no período pré-natal pode reduzir riscos de deficiência auditiva em crianças. Os resultados nos advertem quanto à necessidade de intervenções contínuas para prevenir fumantes antes e durante a gravidez, como também à exposição de crianças ao tabagismo passivo,” afirma o Dr.Koji Kawakami, responsável pelo estudo, da Universidade de Kyoto, no Japão.

A prevenção do tabagismo, antes e durante a gravidez, como também tabagismo passivo no pós-parto, podem reduzir deficiência auditiva, em crianças, aponta estudo.

Sobre o estudo

O estudo foi realizado com 50.734 crianças com 3 anos de idade, nascidas entre 2004 e 2010. O estudo  em inglês,“Exposure to smoking before and after birth linked to hearing impairment in toddlers” (Exposição ao tabagismo antes e pós-parto está relacionado a problemas auditivos entre crianças), foi fublicado  pela Wiley Online Library Paediatric and Perinatal Epidemiology, em Junho de 2018.

Fonte: www.onlinelibrary.wiley.com e www.medicalxpress.com

Saiba mais: