Pessoas com tinnitus experimentam com frequência também perda auditiva

Estudos apontam que existe uma correlação entre tinnitus e perda auditiva.
Pessoas com tinnitus experimentam com frequência também perda auditiva

Estudos realizados na Alemanha e Itália revelaram que pessoas têm com frequência tanto tininitus como perda auditiva.

Estudo na Alemanha

Um estudo feito na Alemanha pela Universidade Charité, Charité – Univeritätsmedizin Berlin revelou que a maioria dos pacientes com tinnitus tinha perda auditiva. Dos 531 pacientes examinados que tinham tinnitus, 441 (83%)  tinham perda auditiva em altas frequências, e isso estava relacionado a perda auditiva induzida por ruídos. E 84 pacientes (15,8%) tinham perda auditiva em todas as frequências. Apenas 6 pacientes com tinnitus não tinham perda auditiva, durante os exames realizados.

Dos 441 pacientes com tinnitus, 72,3% (319 pacientes) tinham tinnitus puro tom;  27,7% (122 pacientes) sofriam de tinnitus ruidosos; 53% tinham tinnitus bilateral, e 47% tinnitus unilateral.

Os dados foram obtidos de 531 pacientes que revelaram  após uma terapia de tinnitus multimodal de 7 dias.

Estudo na Itália

Outro estudo na Itália revelou que 72,1% dos pacientes do estudo sobre perda auditiva sensorioneural também tinham um alto tom de tinnitus. Dos que tinham uma frequência alta de perda auditiva sensorioneural, 88,4% tinham um tom alto  de tinnitus.

Entre as 312 pessoas do estudo com tinnitus, 63,1% (197 pessoas) tinham um déficit na audição, enquanto que 36,9% (115 pessoas) tinham uma audição normal.  

Entre os que tinham tinnitus e perda auditiva, 74,6% tinham perda auditiva sensorioneural; 10,7% tinham perda auditiva condutiva, e 14,7 % perda auditiva mista. Dos que tinham perda auditiva sensorioneural, 58,5% (147 pessoas) tinham perda auditiva de frequência alta; 11,6% tinham perda auditiva de frequência baixa, e 29,9% tinham perda auditiva estável.

Perda auditiva em pacientes de tinnitus era suave em 58,9% dos casos; 22,3% tinham perda auditiva moderada; 15,7% tinham perda auditiva profunda e 3,1% tinham perda auditiva profunda. 

O estudo foi realizado em Palermo, na Itália, pelo Audiology Section of the Department of Bio-technology com  pessoas entre 21 a 83 anos de idade.

Os estudos

O primeiro estudo “The more the Worse: The grade of Noise-Induced Hearing Loss associates with the Severity of Tinnitus” foi publicado pela revista International Journal of Environmental Research and Public Health, em 2010.

O segundo estudo, “Assessing audiological, pathophysiological and psychological variables in tinnitus patients with or without tinnitus” foi publicado no European Archives of Oto-Rhino-Laryngoly in 2010.

Fontes: www.ncbi.nlm.nih.gov e SpringerLink

Saiba mais

Receba nossas notícias sobre tinnitus

Se você deseja receber nossas notícias sobre tinnitus e outros assuntos relacionados à audição, é só se inscrever, por gentileza, no nosso boletim informativo.
Será que você passa em nosso teste auditivo?
Tente fazer nosso teste auditivo
Será que você passa em nosso teste auditivo?
Tente fazer nosso teste auditivo
Escute o tinnitus
Escute o tinnitus
Receba notícias atualizadas da Hear-it.