Pouco se sabe sobre perda auditiva

Com uma população de 400 milhões de habitantes e uma vasta variedade de doenças torna-se difícil avaliar, na América Latina, a quantidade de doenças auditivas e suas consequências nessa parte do mundo.
Pouco se sabe sobre perda auditiva

Prevenção e tratamento de perda auditiva não são prioridades do governo, reflexo das difíceis condições econômicas de muitos países daquele continente.

Dados da América Latina

  • Menos de 30% das crianças brasileiras com problemas auditivos são diagnosticadas com a idade de dois anos.
  • Quase que 1.5 milhões de crianças chilenas sofrem de distúrbios auditivos.
  • Apenas 29% dos chilenos, com problemas auditivos, estão no mercado de trabalho.
  • Na Costa Rica, 3 entre 1000 crianças nascem com perda auditiva.

É difícil fazer um programa de triagem mais abrangente na América Latina dado a precariedade do acesso a algumas regiões, como também o sistema de saúde que é bem rudimentar.

Vários países estão no processo de implementação de programas de triagem, no entanto, já há resultados publicados em revista internacional de medicina.

Relatório Mundial da OMS sobre audição

Mundial
A OMS (Organização Mundial de Saúde), sigla em inglês, WHO, estima no Relatório Munidal sobre Audição 2021 (2021 World Report on Hearing), que 1,5 bilhão de pessoas, no mundo inteiro, vivem com certo grau de deficiência auditiva. A OMS estima que aproximadamente 2,5 bilhões de pessoas, em 2050,  irão viver com certo grau de deficiência auditiva, e que pelo menos 700 milhões dessas pessoas irão precisar de serviços de reabilitação auditiva.  

Continente Americano
A OMS (Organização Mundial de Saúde), sigla em inglês, WHO, estima no Relatório Munidal sobre Audição 2021 (2021 World Report on Hearing), que na região da OMS do continente americano (Norte e Sul da América do Sul), 217 milhões de pessoas vivem com algum grau de deficiência auditiva, e que 62,7 milhões de pessoas, ou seja, 6,2% tem um grau de deficiência auditiva moderado ou ainda mais elevado. O relatório estima também que 332 milhões de pessoas no Continente Americano em 2050 terão algum grau de deficiência auditiva.

África
A OMS (Organização Mundial de Saúde), sigla em inglês, WHO, estima no Relatório Mundial sobre Audição 2021 (2021 World Report on Hearing), que na região da OMS da África, 136 milhões de pessoas têm algum grau de deficiência auditiva, e que 39,9 milhões de pessoas, ou seja, 3,6% têm um grau de deficiência auditiva moderado, ou ainda mais elevado. Em 2050, 332 milhões de pessoas na África terão algum grau de deficiência auditiva.

Europa
A OMS (Organização Mundial de Saúde), sigla em inglês, WHO, estima no Relatório Munidal sobre Audição 2021 (2021 World Report on Hearing), estima que na região da Europa 196 milhões de pessoas têm algum grau de deficiência auditiva, e que 57,3 milhões de pessoas, ou seja, 6,2% têm um grau de deficiência auditiva moderado ou ainda mais elevado. Em 2050, 236 milhões de pessoas na Europa terão certo grau de deficiência auditiva.

Leste do Mediterrâneo
A OMS (Organização Mundial de Saúde), sigla em inglês, WHO, estima no Relatório Munidal sobre Audição 2021 (2021 World Report on Hearing), estima que na região do Leste do Mediterrâneo 78 milhões de pessoas têm algum grau de deficiência auditiva, e que 22,1 milhões de pessoas, ou seja, 3,1% têm um grau de deficiência auditiva moderado ou ainda mais elevado. Em 2050, 194 milhões de pessoas, na área do Leste do Mediterrâneo, terão algum grau de deficiência auditiva.

Ásia/Oceania
A OMS (Organização Mundial de Saúde), sigla em inglês, WHO, estima no Relatório Munidal sobre Audição 2021 (2021 World Report on Hearing), que na região da OMS do Sudeste da Ásia, 401 milhões de pessoas têm certo grau de deficiência auditiva e que 109,4 milhões de pessoas, ou seja, 5,5% têm um grau de deficiência auditiva moderado, ou ainda mais elevado. Em 2050, 666 milhões de pessoas no Sudeste da Ásia terão algum grau de deficiência auditiva.

Na região do Pacífico Ocidental, a OMS estima que 546 milhões de pessoas têm algum grau de deficiência auditiva e que 136,5 milhões de pessoas, ou seja, 7,1% têm um grau de deficiência auditiva moderado, ou ainda mais elevado. Em 2050, 776 milhões de pessoas da região do Pacífico Ocidental terão algum grau de deficiência auditiva.

 

Receba nossas notícias sobre audição

Se você deseja receber notícias nossas sobre audição e outros assuntos relacionados à audição, é só se inscrever no nosso boletim informativo.
Será que você passa em nosso teste auditivo?
Tente fazer nosso teste auditivo >
Será que você passa em nosso teste auditivo?
Tente fazer nosso teste auditivo >
Ouça a perda auditiva
Ouça a perda auditiva
Receba notícias atualizadas da Hear-it.