Prevalência de tinnitus

Estudos apontam que aproximadamente 5% de todos os adultos experimentam tinnitus permanente.

Ninguém sabe precisamente quantas pessoas têm experimentado tinnitus permanente, mas muitos estudos feitos no mundo têm revelado que quando entrevistados, 5% de todos os adultos respondem que têm experimentado tinnitus permanente em um, ou em ambos os ouvidos.

Diferentes estudos – prevalência igual

O estudo EuroTrak surveys, 2012 revelou que 5% dos entrevistados, no Reino Unido e na França disseram ter tinnitus permanente. Na Alemanha, segundo o estudo EuroTrak, 7% revelaram ter tinnitus permanente.

O estudo MarkeTrak 9 realizado nos Estados Unidos, em 2014, revelou também prevalência de tinnitus em 5% dos pacientes. E 3/4 dos entrevistados disseram que tinham tinnitus em ambos os ouvidos.

Os dados são também confirmados em um estudo feito na Nova Zelândia entre os anos de 2007 e 2013. O estudo revelou que 4,5% dos adultos da população neozelandesa adulta sofre com tinnitus.

Temporária ou mais severa

Na literatura científica, a prevalência de tinnitus  de 5 e 15% é mencionada com frequência, mas algumas pesquisas e estudos também incluem tinnitus temporário. 

Muitas pessoas, no mundo inteiro, experimentam tinnitus temporário. Na verdade, a maioria de nós tem experimentado tinnitus ocasionalmente e por períodos curtos de tempo.

É estimado que entre 1 e 3% da população do mundo sofre muito de diferentes tipos de tinnitus que têm um  efeito significante e negativo no cotidiano da qualidade das pessoas.

A prevalência pode aumentar

A expectativa é de que a prevalência de tinnitus venha aumentar nos anos vindouros. E a razão principal para esse crescimento é a exposição a ruídos em atividades de entretenimento, especialmente  entre os jovens que costumam ouvir música alta em smartphones com o uso de headphones. Os volumes altos podem influenciar a prevalência de tinnitus no futuro. 

Saiba mais