13 Abril 2021

Primeiro Relatório Mundial da OMS sobre audição

O primeiro Relatório Mundial sobre audição da OMS (Organização Mundial de Saúde) estima que em 2050 cerca de 2,5 bilhões de pessoas viverão com certo grau de deficiência auditiva. O relatório afirma que aproximadamente 1 trilhão de dólares são desperdiçados, anualmente, por conta de deficiência auditiva não identificada. Ao mesmo tempo, investimento com cuidado de ouvido e audição representa custo - benefício.

A OMS publicou o Primeiro Relatório sobre  Audição.

Em 2050 2,5 bilhões de pessoas terão deficiência auditiva

O relatório da OMS estima que em 2050 aproximadamente 2,5 bilhões de pessoas viverão com certo grau de deficiência auditiva, e que, no mínimo, 700 milhões destas irão precisar de serviços voltados para recuperação. E presume-se que 1 entre 4 pessoas terão problemas auditivos em 2050.

Atualmente, 1,5 bilhão de pessoas vivem com certo grau de deficiência auditiva.

O número de pessoas que vive com certo grau de deficiência auditiva, no mundo inteiro, e em regiões da OMS são:

Mundialmente
Atualmente: 1,5 bilhão
Em 2050: 2,5 bilhões

África
Atualmente: 136 milhões
Em 2050:  337 milhões

Continente Americano
Atualmente: 217 milhões
Em 2050: 332 milhões

Leste do Mediterrâneo
Atualmente: 78 milhões
Em 2050: 194 milhões

Região Europeia
Atualmente: 196 milhões
Em 2050: 236 milhões

Região Sudeste Asiático
Atualmente: 401 milhões
Em 2050: 666 milhões

Região do Pacífico Ocidental
Atualmente: 546 milhões
Em 2050: 776 milhões

Hearing loss today and in 2050 - Portuguese

A ineficiência no cuidado auditivo acarretará custos no que diz respeito à saúde e bem-estar de pessoas afetadas,  como também perdas financeiras causadas por exclusão na comunicação, educação e  emprego, afirma WHO.

Segundo o relatório, muitos casos de deficiência auditiva podem ser prevenidos através de medidas efetivas e disponíveis. E mais de 1 bilhão de jovens estão em risco de deficiência auditiva, que poderia ser evitada, e cerca de 200 milhões estão sofrendo de infecções crônicas, as quais poderiam ser  prevenidas e tratadas.  Ambos os casos exigem medida urgente.

Ainda muitas outras pessoas precisam ser tratadas

A OMS escreveu em seu relatório  que soluções clínicas e custo-benefício tecnológicos podem melhorar a vida da maioria das pessoas que vivem com deficiência auditiva. Milhões de pessoas já  estão sendo beneficiadas com essas mudanças. Ao combinar o poder de tecnologia com estratégias de saúde auditiva, pode-se assegurar que esses benefícios contemplam a todos, especialmente,  pessoas que vivem em áreas carentes e distantes no mundo inteiro.

Desperdício de 1 trilhão de dólares por ano

O relatório sustenta que a taxa atual de prevalência aproxima-se a 1 trilhão de dólares, os quais são desperdiçados anualmente com deficiência auditiva não identificada. Caso  medidas não sejam tomadas, esse número irá crescer em décadas futuras.

A OMS recomenda que cuidados com ouvido e audição sejam acessíveis para todos, e que seja incluído serviços com cuidado auditivo em  planos de saúde nacional para reduzir o número de pessoas que vivem com deficiência auditiva não indentificada.

Isso não só irá ajudar as pessoas que vivem com deficiência auditiva, mas irá reduzir também custos sociais  com deficiência auditiva não tratada.

Segundo a OMS, investimentos feitos em ouvido e cuidados auditivos têm mostrado o custo-benefício e autoridades governamentais podem contra com um retorno de aproximadamente 16 dólares para cada 1 dólar investido.

COVID-19

A OMS escreveu também no relatório que lockdowns  que têm ocorrido no mundo inteiro, por conta de COVID-19, têm destacado a importância de audição e necessidade de cuidado auditivo com o ouvido.  Quando existe uma carência de contato visual e social, o senso auditivo permite-nos permanencer conectado.

O relatório pode ser baixado aqui na WHO website (em inglês).

Fonte: www.who.int

Saiba mais:

Receba nossas notícias sobre audição

Se você deseja receber notícias nossas sobre audição e outros assuntos relacionados à audição, é só se inscrever no nosso boletim informativo.
Será que você passa em nosso teste auditivo?
Tente fazer nosso teste auditivo
Ouça a perda auditiva
Receba notícias atualizadas da Hear-it.
Quão boa é sua audição?
Será que você passa em nosso teste auditivo?
Tente fazer nosso teste auditivo